Último dia de desfiles do SPFW N51

Wilson Ranieri

Foto: Divulgação – Wilson Ranieri
Foto: Divulgação – Wilson Ranieri

A paixão pelo tecido floral de fundo preto e estampas miúdas despertou a vontade do estilista retomar a fazer uma coleção para a SPFW. Muitos conjuntinhos com o floral, inclusive a boina combinando, desfile bem retrô, anos 60. Cores fortes como rosa, laranja, azul céu em tecidos como o cetim e o algodão. Destaque para as boinas e os frisos bicolores combinando com os sapatos.

Soul Basico

Soul Basico
Foto: Divulgação – Soul Basico

A coleção Reverso trouxe um streetwear da marca masculina com cores neutras e suaves. Patchwork, tecidos amplos, oversized, preto e branco. Destaque para o quimono longo masculino litrado em P&B.

Victor Da Justa

Victor Da Justa
Foto: Divulgação – Victor Da Justa

O estilista carioca brilhou com um desfile manifesto intitulado Cognição Faminta. Uma reflexão sobre as fakenews, a efemeridade e liquidez do consumo de informações. Três estampas trabalhadas: o QR code, uma montagem de livros, alusão ao analógico e o garfo como o vetor da comunicação. Alfaiataria desconstruída num streetwear agênero.

Ponto Firme

Ponto Firme
Foto: Divulgação – Ponto Firme

O projeto Ponto Firme leva crochê como forma de capacitação para detentos de Guarulhos. A coleção foi criada a partir de máscaras criadas a partir de resíduos. Peças oriundas de resíduos têxteis, upyclicling com crochê, muito branco e coloridos.

Renata Buzzo

Renata Buzzo
Foto: Divulgação – Renata Buzzo

A estilista teve como inspiração um poema feito pela própria entre o alinhamento dos planetas, uma discussão entre o ar e o mar. Cores suaves como o magenta, azul céu e telha, com inspiração anos 70, modelagem com babados nos punhos, golas padre e babados na barra dos vestidos.

Weider Silveiro

Weider Silveiro
Foto: Divulgação – Weider Silveiro

Desfile tecnológico com modelos fazendo selfies em suas ring lights. Muita transparência, anáguas, muito preto, azul com verde. Botas de oncinha e de zebra, sandália com meia. Sobretudos, estampas florais miúdas, conjuntos.

Walério Araujo

Walério Araujo
Foto: Divulgação – Walério Araujo

Um desfile intitulado Minha História para celebrar os 30 anos de carreira do estilista. A ideia de fazer um livro em forma de looks com referências que marcaram a sua história como: Padre Cícero, prédio Copan, sua mãe, bandeira de Pernambuco, suas amigas, Elke Maravilha.

Flávia Aranha

Flávia Aranha
Foto: Divulgação – Flávia Aranha

Coleção Sopro inspirada em dois livros, falando sobre nós mesmas sermos natureza. Um devaneio utópico em tempos distópicos. Modelos dentro da mata, nu, dentro de casulos. As peças todas tingidas artesanalmente, vestido, fluidos, tapeçaria, cores suaves, drapeados, patchwork.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: